Inventários Fonológicos Sul-americanos (SAPhon v1.1.4)

 
[ENGLISH] [ESPAÑOL]


Contribua
Estamos dedicados a melhorar o alcance e a precisão da base de dados de SAPhon e então estamos muito interessados em incorporar adições e correções sugeridos pelos espertos numa língua em particular ou uma família linguística. Estamos interessados em qualquer sugestão que possa melhorar a base de dados, desde a incorporação de dados, à correção de inventários que contribua à precisão da nomenclatura dos inventários e informação sobre sua localização. Por favor consulte abaixo para a informação relevante aos tipos particulares de adições ou correções.

Se tiver adições ou correções para sugerir, por favor contate-nos a contribute.saphon@gmail.com com a adição ou correção que quer sugerir. Intentamos responder rapidamente a sua mensagem. Também note que pretendemos acumular mudanças e fazer múltiples mudanças à base de dados de SAPhon tudo de uma vez. Por isso, pode ser que haja algum tempo de espera entre o momento que uma sugestão é recebida e o momento em que é incorporada na base de dados de SAPhon. Uma vez as mudanças forem incorporadas, indicaremos a mudança no número de versão da base de dados e anunciaremos as mudanças na página de atualizações.

Quando sugerir uma adição ou correção, nos ajudará se puder ser explícito sobre as fontes que servem de apoio a sua sugestão. Uma fonte publicada é ideal, mas reconhecemos que tais recursos não estão disponíveis em todos os casos. Abaixo discutimos vários assuntos relacionado a alguns tipos de adições ou correções.

Inventário fonológico: Ao sugerir mudanças a um inventário fonológico para uma língua em particular, seria útil se pudesse especificar a mudança na maneira mais explícita possível (e.g. usando símbolos do IPA e descrição articulatória) y se proviesse uma discussão que explique por que é necessário fazer a mudança. Se a publicação na que funda sua sugestão não estivesse disponível em linha, seria de grande ajuda que nos mande uma copia da publicação que estima superior à publicação que usamos para completar o inventário. Muitas das publicações mais valiosas são também difíceis ou impossíveis de obter e agradeceremos imensamente qualquer assistência para localizar ditos recursos.

Nome da língua: Na hora de selecionar os nomes das línguas, procuramos encontrar um balance entre os nomes que sejam reconhecidos por linguistas e as preferências dos falantes (e.g. o uso de autônomas). Evitamos a todo custo o uso dos nomes com carga pejorativa para os falantes nativos da língua (e.g. ‘Makú’). Não obstante, em muitos casos não contamos com a experiências etnográfica para tomar esse tipo de decisão e portanto beneficiaremos das sugestões de especialistas. Há também o assunto distinto de representação ortográfica do nome de uma língua em particular. Neste caso, tentamos deferir às preferências atuais por estudiosos destas línguas ou famílias linguísticas. Estamos dispostos a mudar estas formas seguindo o conselho de especialistas.

Localização: Para sugerir uma mudança na localização de um marcador no mapa, por favor indique as coordenadas de longitude e latitude (e.g. 15.350 S, 69.810 W) porque as descrições em prosa poderiam resultar em erros da nossa parte. Se puder identificar corretamente a localização em um mapa mas não tem as coordenadas de longitude e latitude da localização, por favor considere usar uma ferramenta em linha como Google Earth para obter as coordenadas. Também pode mandar-nos uma cópia escaneada de um mapa indicando a localização correta.

Na hora de considerar uma correção à localização de uma língua, por favor lembre que a versão atual do mapa de SAPhon usa um só ponto para indicar a localização de uma língua, o qual inevitavelmente introduz um grau de aproximação na representação visual. Para representar línguas com distribuições contínuas, assim como de línguas com distribuições descontínuas, temos que selecionar um só ponto dentro da distribuição. Nestes casos estamos abertos a receber sugestões de mudanças, ainda assim, por favor observe que as aproximações são inevitáveis.